video
Coelho Ricochete

Abelhas, flores, pássaros, jardins, o encantamento permanente pela natureza. E uma pressa em viver que me fazia chamá-la de coelho ricochete, ela não queria perder nada!

Oração a São Francisco

As expressões que ela adorava dizer: 
Papagaio Louro! Filho da Polícia!
Cão que nasce ladrando vai morrer ladrando!

Frases, conversas, jogos de cartas engraçados e a sanduíche, no feminino hehehe.

Ela comprava coisas pra mim, pra nosso joguinho que, no final, nos deixava com as mãos cheias de cartas. Quando uma batia, já viu né. A outra morria com um baralho nas mãos ou, melhor dizendo, metade de um baralho. 
Mas, não tinha saco pra falar no telefone. Além disso, ela dizia que telefone custa muito caro, pra desperdiçar dinheiro. Atendia a ligação e no meio dizia: - Tchau!!! e desligava assim mesmo, sem nem deixar a outra pessoa se despedir direito. Uma das filhas dela me falou, há pouco tempo: - Mas eu que pensei que era só comigo...

A vizinha cheia de gatos pelo apartamento e ela falando: - tenho pena que gaste tanto dinheiro com carne boa, pra alimentar gatos! Melhor seria ajudar crianças que não têm o que comer.

As comidas dela eram dos deuses. Talvez seja a única pessoa, que eu vi até hoje, que cozinhava só pra ela mesma. Com direito a vários pratos, saladas etc. Era uma delícia almoçar ou jantar na casa dela. Eram receitas feitas por puro prazer em cozinhar, preparar e comer, lógico.

Nas nossas férias, em Sta Catarina, era a primeira a se alçar...Adorava isto, aquela gentarada, pessoas moças ou não. Ela não se prendia a detalhes. Ia junto, nos acompanhava em quase tudo e ainda por cima, cozinhava pra todo mundo. Quanto ao resto, fazia ouvidos moucos e não “via” muita coisa. Estava interessada em curtir a praia e a Lagoa da Conceição. 

Lagoa Da Conceição

Mas, tinha uma mania de perguntar coisas engraçadas, como num dia quando queria saber se todos gostavam de ervilhas... Perguntou por cada um, falando o nome e dizendo: - Será que ele (a) gosta de ervilhas? Na quinta criatura, eu declarei: Ora, eu não sei quem gosta ou não gosta de ervilhas, melhor perguntar pra cada um.

Sempre foi uma apaixonada declarada, pelo marido e pela vida. 

Zizi Possi

Quando ficou viúva, viajou a valer por muitos lugares e sempre voltava encantada, contando histórias muito legais. Egito, Turquia, Europa... Lembro bem dela e dos olhinhos brilhando quando se lembrava de algum local especial. Ela era tão envolvida com todos que alguns meses depois, da viagem ao Cairo, recebeu o guia turístico de lá, na sua casa, e apresentou a todos nós, claro. 

Abelhas

Agora, gosto de pensar ou imaginar que ela pode ser uma abelhinha pousando nas flores ou uma estrela cadente voando pelo céu estrelado. Mas, nunca vou esquecer-me do principal: Ela transbordava de amor!


4 Responses so far.

  1. Que o Natal seja mais um momento em que todas as pessoas acreditem que vale a pena viver um Ano Novo. Boas festas, abraços de muita luz e paz! :)

  2. Querida Du,
    A esperança que renovamos a cada dia é o que existe de mais importante. É muito bom saber que pessoas como tu estão por aí, lutando pela luz e pela paz. Me sinto mais confortável, nesta loucura de mundo. Mas, amo a loucura também...
    beijos de todo coração

  3. Anônimo says:

    Lembro bem da lagoa. Ela pegava junto com todos.

  4. Anônimo says:

    passar férias com esta maravilha era o máximo.

Leave a Reply

Prazer em conhecer!